Revista Espírita
outubro 14, 2017
MECANISMO DA MEDIUNIDADE
novembro 5, 2017

CEPA

Sabemos que o espiritismo não tem símbolos propriamente ditos, mas, curiosamente a espiritualidade indica um símbolo para ser posto na capa do Livro dos Espíritos que tem uma função mais pedagógica que representativa.

 

PROLEGÔMENOS

“Porás no cabeçalho do livro a cepa que te desenhamos1,

porque é o emblema do trabalho do Criador. Aí se

acham reunidos todos os princípios materiais que melhor

podem representar o corpo e o espírito. O corpo é a cepa; o

espírito é o licor; a alma ou espírito ligado à matéria é

o bago. O homem quintessencia o espírito pelo trabalho e

tu sabes que só mediante o trabalho do corpo o Espírito

adquire conhecimentos.”

São João Evangelista, Santo Agostinho, São Vicente de

Paulo, São Luís, O Espírito de Verdade, Sócrates, Platão,

Fénelon, Franklin, Swedenborg, etc., etc.

7a

  • Ramo – representa o corpo
  • Seiva – representa o espírito
  • Bago da uva – representa a alma

Nós espíritas, diferentes do que muitos pensam, não utilizamos roupas de cores específicas nem colocamos toalhas brancas sobre a mesa.

A veste que nos preocupamos em vestir é a citada no evangelho, ou seja, a veste nupcial sem a qual podemos ser retirados da festa. Esta veste são nossos pensamentos, sentimentos e atitudes e tudo aquilo que imprimimos nos corações e nas mentes do nosso próximo e em nós mesmos.

A veste nupcial, que é a nossa vibração, expõe quem realmente somos aos olhos de Deus. Assim, enquanto carregarmos mágoas, medos, rancores, culpas e ódios, nós teremos que reencarnar e assim retardamos a oportunidade de ascender para mundos melhores.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

%d blogueiros gostam disto: